O Conselho Federal de Biomedicina foi instituído pela Lei 6.684, de 3 de setembro de 1979, que regulamenta a profissão do Biomédico. Suas principais funções são orientar, disciplinar e zelar pelo exercício do biomédico, criar resoluções que normatizam a área de atuação, habilitação profissional, responsabilidade técnica, pagamento de anuidade, documentação pertinente à inscrição da pessoa jurídica e conduta profissional de acordo com o código de ética.

Dentre as áreas de atuação profissional destacam-se as seguir:

  • Patologia Clínica (Análises Clínicas);
  • Biofísica;
  • Parasitologia;
  • Microbiologia;
  • Imunologia;
  • Hematologia;
  • Bioquímica;
  • Banco de Sangue;
  • Virologia;
  • Fisiologia;
  • Fisiologia Geral;
  • Fisiologia Humana;
  • Saúde Pública;
  • Radiologia;
  • Imagenologia;
  • Análises Bromatológicas;
  • Microbiologia de Alimentos;
  • Histologia Humana;
  • Patologia;
  • Citologia Oncótica;
  • Análises Ambiental;
  • Acupuntura;
  • Genética;
  • Embriologia;
  • Reprodução Humana;
  • Biologia Molecular;
  • Farmacologia;
  • Psicobiologia;
  • Informática de Saúde;
  • Anatomia Patológica;
  • Toxicologia;
  • Perfusão Extra Corpórea;
  • Sanitarista.