Open/Close Menu Conselho Federal de Biomedicina

 

 

Na última quinta-feira, o presidente do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), Sílvio José Cecchi, o vice-presidente, Edgar Garcez, bem como o corpo de conselheiros, participaram de reunião com o secretário da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Seres/MEC), Paulo Barone. O objetivo do encontro foi o de tratar com o novo secretário da SeSu/MEC assuntos relacionados à graduação de Biomedicina junto ao Ministério da Educação.

Uma das reivindicações do Conselho foi a solicitação de mais biomédicos na avaliação dos cursos de Biomedicina no país. “Atualmente existem mais de 200 graduações em todo o Brasil e a demanda de avaliadores biomédicos por parte dos MEC não é suficiente para atender as especificidades da graduação”, ressaltou Edgar Garcez.

O Conselheiro Djair Júnior explica que o Ministério da Educação deixa aberto em caráter permanente o cadastro para inscrição de profissionais que desejam ser voluntários no processo de avaliação. No entanto, ele ressalta que “o MEC não tem recrutado e treinado biomédicos para a avaliação, deixando a cargo de outros profissionais a aprovação dos cursos de Biomedicina. Fato que por vezes gera a necessidade por parte dos coordenadores de solicitarem a troca do avaliador ou entrarem com recursos pós-avaliação”.

De acordo com o Conselheiro Djair, o novo secretário da SeSu, Paulo Barone, entendeu que para a avaliação precisa ser consideradas todas as especificidades da graduação e se disponibilizou a dar prosseguimento à solicitação do CFBM.

 

© 2015 - Conselho Federal de Biomedicina