Open/Close Menu Conselho Federal de Biomedicina

 

 

Começa o mês de outubro e junto com ele mais uma edição da Campanha Outubro Rosa, que convida homens e mulheres a refletirem sobre a importância da prevenção do Câncer de Mama. Brasil afora monumentos públicos, instituições privadas e estatais, pessoas físicas, Organizações Não Governamentais e tantas outras aderem à cor rosa para manifestar sua solidariedade e apoio àquelas que lutam contra o câncer num ato de solidariedade e empatia às mulheres.

De acordo com a organização não governamental Outubro Rosa, Por ano, são contabilizados cerca de 57 mil novos casos, com uma média assustadora de mortalidade que chega a 13 mil mulheres. É um câncer de difícil prevenção, uma vez que a doença está ligada ao histórico familiar e aos hábitos de vida. A grande arma que temos nas mãos é o diagnóstico precoce, ou seja, descobrir o tumor quando ele ainda é pequeno. O ideal é diagnosticá-lo com menos de um centímetro, o que possibilita a cura em 90% dos casos.

Para nós, profissionais da saúde, a campanha Outubro Rosa é recebida com muito entusiasmo e são campanhas assim, motivadoras e de encorajamento, que nos fazem acreditar no avanço progressivo da sociedade, dando a todos nós, principalmente aos Biomédicos (que tanto pesquisam e trabalham para vencer essa doença) a esperança de que um dia a guerra contra o câncer será vencida. Por isso, o Conselho Federal de Biomedicina orgulhosamente todos os anos adere a esse movimento num ato uníssono. Neste ano, durante todo o mês de outubro, nossos canais de comunicação, entre outros assuntos, abordará a importância da conscientização, bem como dará dicas de como proceder com o autoexame e com a prevenção da doença.

O câncer de mama pode ser fatal, porém também é um dos tipos de câncer que apresenta melhor resultado de cura quando iniciado o tratamento em tempo hábil. Por isso, é fundamental que as mulheres estejam bem atentas às suas mamas e ao menor sinal de qualquer irregularidade como excreção de liquido ou caroço que procure ajuda profissional. Cuide-se, cure-se. Se toque contra essa doença.

Silvio José Cecchi
Presidente do CFBM

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2015 - Conselho Federal de Biomedicina